quarta-feira , 24 abril 2019
Início » Português » Uso dos porquês : quando usar cada um?

Uso dos porquês : quando usar cada um?

Uso dos porquês quando usar cada um

Uso dos porquês : quando usar cada um?

A língua portuguesa é cheia de regras e normas, o que muitas vezes gera confusão nas pessoas. Por exemplo, você sabe quando usar porque, por que, porquê ou por quê? Descubra nesse post a fazer o uso dos porquês!

Para acabar de vez com suas dúvidas, selecionamos dicas e muitos exemplos que vão ajudá-lo a entender o uso dos porquês dentro da gramática portuguesa. Pegue um caderno e caneta e anote tudo para nunca mais errar. Fique atento.

Por que

O por que separado e sem acento é utilizado em perguntas e nunca aparece no final de uma frase. Ele também é usado para acompanhar as palavras motivo e razão, mesmo que não estejam explícitas.

Exemplos do uso de por que:

Por que não foi ao evento ontem?

Por que comprou aquele vestido repetido e feio?

Todos sabem por que motivo recusou o pedido de casamento?

Ela contou por que estava chorando ontem?

Seria importantíssimo saber por que ele reagiu assim ao término.

Por quê

Já o por quê separado e com acento é utilizado sempre no final de frases, indicando perguntas.

Exemplos de uso de por quê:

Você está indo embora por quê?

Ela não ligou para ele por quê?

Vai devolver a roupa que comprou por quê?

Ele não telefonou nem disse por quê.

Afinal, tantos planos por quê?

Porque

O porque junto e sem acento é utilizado para respostas, ou seja, essa palavra já não é mais usada para questionar, mas sim para responder aos questionamentos.

Exemplos de uso de porque:

Comprei uma bolsa porque estava barata.

Não saí de casa, porque dormi muito cedo.

Ele cancelou o casamento porque não a ama.

Não comprou a televisão porque o dinheiro acabou.

Foi ao trabalho porque ganhou uma carona do vizinho.

Porquê

Por fim, o porquê junto e com acento é o menos usado e mais complicado de compreender. Ele tem o papel de substantivo, sendo determinado por um artigo, pronome, adjetivo ou numeral.

Exemplos de uso de porquê:

Ninguém entende o porquê de tanta risada.

Eu só quero saber o porquê ninguém veio na festa.

Se ela te deixou, teve um porquê.

Quantos porquês existem naquele adolescente inseguro?

Existem quatro porquês na Língua Portuguesa.

Uso dos porquês quando usar cada um 1

Para não esquecer mais

Com todas as dicas ficou bem mais simples usar o por que, porque, por quê e porquê, não é mesmo? Para não errar mais montamos um resumão da explicação.

  • Por que (separado e sem acento): usado para realizar perguntas e nunca aparece no final de uma frase.
  • Por quê (separado e com acento): usado para realizar perguntas e vem no final de uma frase.
  • Porque (junto e sem acento): utilizado para responder perguntas.
  • Porquê (junto e com acento): sempre será precedido por um artigo, pronome, adjetivo ou numeral.

Anote todas as nossas dicas e não erre mais. Uma sugestão para fixar o conteúdo facilmente é realizar diversas listas de exercícios, substituindo espaços vagos pelas palavras porque, porquê, por que ou por quê. Será que já está craque a fazer o uso dos porquês ?

 

Veja também: Quais são os assuntos que mais caem no Enem ?

Avaliação do Usuário: Seja o primeiro!
Compartilhe nas redes sociais:

Veja Também

O que é mito

O que é mito? Saiba aqui!

O que é mito? Mito é uma história inventada, inverídica, uma mentira, algo absurdo. Exemplo: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *